Josep Maria Bartomeu, antigo presidente do Barcelona, revelou esta segunda-feira ter acertado com Messi uma renovação de contrato por mais dois anos, acordo que acabou por não se concretizar e que terminou com o argentino a rumar ao PSG.

"A sua saída é um problema. Somos um clube comprador e não um clube vendedor. Eu lutei muito no verão de 2020 para que ele continuasse no clube. E agora que ele queria continuar, foi obrigado a ir embora. Eu não podia permitir que o Messi fosse para um rival da Liga dos Campões. O caso dele é diferente do de Neymar, Figo ou Rivaldo. Em julho de 2020, chegámos a um acordo para renovar por mais dois anos, mas tudo mudou. Têm de perguntar ao Messi porquê", afirmou o ex-dirigente no programa 'Las Vacas Sagradas', da 'Esport3'.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.