O colombiano Juan Carlos Osorio, treinador da seleção mexicana de futebol, foi recebido no aeroporto na noite de segunda-feira com insultos e gritos dos adeptos, que pediram para que deixasse o comando técnico da equipa.

Às ordens do técnico colombiano, o México foi eliminado, no passado domingo, nas meias-finais da ‘Gold Cup’ frente à Jamaica, que venceu por 1-0.

O resultado, que deixou os adeptos mexicanos descontentes, levou a que uma grande multidão se juntasse no Aeroporto Internacional da Cidade do México, pedindo a demissão do selecionador.

Depois da derrota nas meias-finais da ‘Gold Cup’, Juan Carlos Osorio somou o seu terceiro fracasso à frente da seleção mexicana em competições oficiais. O técnico falhou primeiramente na ‘Copa América Centenario’, em 2016, e depois na Taça das Confederações, na Rússia, este ano.

Após 34 jogos, com Osorio no comando técnico da equipa, o México acumulou 24 vitórias, cinco empates e cinco derrotas.

O cargo do colombiano à frente da seleção mexicana depende agora da qualificação para o Mundial de 2018, sendo que o México está com 14 pontos, em 18 possíveis, em primeiro lugar no grupo de apuramento.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.