O Interclube rescindiu contrato com o treinador português Bruno Ribeiro, por problemas pessoais e maus resultados no campeonato nacional de futebol da primeira divisão (Girabola2019/20).

O técnico, de 43 anos, esteve à frente dos “polícias” durante 11 meses, quando tinha contrato para um ano e meio.

Durante a presente época, em onze partidas, conseguiu quatro vitórias, três empates e quatro derrotas. Deixa o clube na sexta posição, com 15 pontos. O até então adjunto Ivo Campos assume interinamente o comando da equipa.

Em declarações à Rádio 5, o técnico confirmou a sua saída do clube, por estar a atravessar problemas familiares, bem como os resultados até aqui alcançados não serem satisfatórios.

Bruno Ribeiro, que havia rendido o luso-angolano Rui Garcia, já treinou igualmente os portugueses do Farense, Moura, Pinhalnovense, Académico de Viseu, Salgueiros, Cova da Piedade, os búlgaros do Ludogorets e os ingleses do Port Vale.

Esta temporada já foram demitidos Kiombo Rodrigues, no Santa Rita de Cássia, Hélder Teixeira, na Caála, e Paulo Torres, no Sagrada Esperança.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.