Miguel Afonso, ex-treinador de futebol feminino do Rio Ave, prepara-se para defender das acusações de assédio sexual a jogadoras do plantel vilacondense.

Numa breve declaração publicada, esta quinta-feira, na rede social Instagram, o agora técnico de futebol feminino do Famalicão, agradeceu o apoio "a todos aqueles que manifestaram apoio durante a noite". Miguel Afonso acrescenta ainda que "continuo focado e com calma e alma" e que pretende defender-se "do esquema criado".

De acordo com o jornal Público, Miguel Afonso terá trocado mensagens íntimas com jogadoras do emblema do Rio Ave, com idades entre os 18 e 20 anos. O treinador de 40 anos foi contratado em 2020 pelo Rio Ave para comandar a recém-criada equipa de futebol feminino no início da temporada.

Entretanto o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol já anunciou que vai abrir um processo disciplinar a este caso.

O emblema de Vila do Conde também já reagiu em comunicado ao caso de assédio sexual a futebolistas do clube por parte do antigo treinador da equipa feminina, Miguel Afonso, que agora trabalha no Famalicão.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.