As seleções de futebol feminino dos Estados Unidos e da Suécia garantiram hoje o esperado apuramento para os oitavos de final do campeonato do Mundo, com folgados triunfos sobre o Chile e Tailândia, respetivamente.

As norte americanas, que defendem o título e procuram o quarto cetro em oito edições, impuseram-se ao Chile, 39.º do 'ranking' FIFA, por 3-0, enquanto as suecas, quintas mundiais, golearam as tailandesas (34), por 5-1.

A veterana avançada Carli Lloyd, de 36 anos, fez o primeiro e terceiro golo das campeãs, aos 11 e 35 minutos, inaugurando o marcador em forte remate à entrada da área e o segundo em cabeceamento na sequência de um canto na direita.

O segundo golo das norte-americanas, aos 26, já tinha sido parecido, neste caso com desvio, ao primeiro poste, com a nuca, de Julie Ertz.

Os cinco golos da Suécia foram apontados por diferentes jogadoras, mas o que se destacou foi o tento da Tailândia, apontado aos 90+1, por Kanjana Sungngoen.

A médio foi rápida a fugir pela esquerda, conquistou dezenas de metros e, já na área, 'disparou' entre a guarda-redes e o poste.

No desafio inaugural, as asiáticas tinham sido 'esmagadas' pelos Estados Unidos por concludente 13-0, resultado que é novo recorde em fases finais de mundiais femininos.

No grupo F, Estados Unidos e Suécia, que se defrontam na quinta-feira, comandam com seis pontos, enquanto Chile e Tailândia ainda estão sem qualquer ponto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.