Declarações de Cristiano Ronaldo, capitão da Seleção portuguesa, na zona mista, após a derrota frente à Ucrânia (2-1), em Kiev, de qualificação para o Euro 2020.

Golo 700: "Dedico a todos os companheiros, toda a gente que me ajudou a chegar a esta marca impressionante. Teve um sabor amargo fazer essa marca extraordinária por termos perdido, mas estou orgulhoso da equipa. Quantos recordes tenho? Não sei. É desfrutar do momento e do futebol, de tudo o que tenho vindo a fazer. Agradeço a todos os que me ajudaram a alcançar esta marca impressionante."

Regresso ao estádio onde disputou o último jogo pelo Real Madrid: "A última vez que jogamos cá [maio de 2018], ganhámos a Champions pelo Real Madrid. O que fica marcado é que a equipa jogou bem, mas não conseguimos ganhar. Merecíamos ter ganho."

Recordes: "Os recordes vêm naturalmente, eu não os busco, os recordes é que me buscam a mim. Sem ter obsessão vou continuar a trabalhar."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.