O Montpellier foi hoje eliminado da Taça de França de futebol pelo Belfort, do quarto escalão, enquanto Dijon e Rennes precisaram de recorrer ao prolongamento para bater o Limonest e Angers, respetivamente.

Reduzido a 10 elementos desde o tempo de compensação (90+4), o Montpellier desiludiu ao ‘cair’ diante do Belfort no desempate por grandes penalidades (5-4), depois de um nulo no final dos 90 minutos.

Com o internacional português sub-21 Pereira Lage, que marcou aos 106, entre os titulares, o Angers vendeu cara a eliminatória na receção ao Rennes, tendo forçado o prolongamento, no qual já não resistiu (4-5), depois de uma igualdade a três golos no tempo regulamentar.

James Lea Soliki (37), Niang (42 e 61), o primeiro de grande penalidade, Yann Gboho (101) e Jeremy Gelin (111) fizeram os tentos dos visitantes, enquanto os remates certeiros de Thioub (52 e 85), Bahoken (89), de penálti, e Pereira Lage (106) mantiveram os locais na luta pela eliminatória.

O Dijon também precisou de mais 30 minutos para garantir presença nos ‘quartos (2-1), após igualdade a um golo, no reduto do modesto Limonest, com Mavididi (120+1) a ser o herói da partida, depois de Bouzit (49) ter inaugurado o marcador para a formação da casa e de Cadiz ter restabelecido a igualdade (55).

No último jogo do dia, um golo do gabonês Denis Bouanga em casa do Mónaco, que teve os lusos Adrien Silva e Gelson Martins de início, colocou o Saint-Étienne na próxima fase (1-0).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.