João Félix voltou a ter uma exibição abaixo do esperado, na derrota do Atlético Madrid frente ao Cultural Leonesa por 2-1, após prolongamento, jogo dos 16 avos de final da Taça do Rei.

O português atuou durante os 120 minutos mas não foi capaz de evitar a eliminação dos colchoneros frente a uma equipa da 3.ª divisão do futebol espanhol. Apesar disso, foi dos seus pés que saiu o passe para o único golo da equipa de Simeone, marcado por Correa.

Os jornais espanhóis voltaram a deixar algumas críticas ao jovem avançado português, que foi contratado ao Benfica por 126 milhões de euros. No meio das críticas, o jornal 'As' destacou muitas coisas bem feitas por João Félix.

"Movimentou-se muito bem como um falso 9 nos primeiros minutos, até ao momento em que o Atlético perdeu a posse de bola. Deixou quatro grandes passes, mesmo que só Correa tenha aproveitado para marcar: um toque bastou para deixar o argentino de frente para o golo; antes, fez duas assistências fantásticas para Vitolo, mas o avançado não conseguiu bater o guarda-redes em nenhuma delas; Fez outro de forma brilhante para Saponjic. Desceu um pouco no terreno para poder receber a bola de forma mais confortável entre linhas, esperando a desmarcação dos seus colegas de equipa. Pela negativa, tentou fazer algo bonito e por várias vezes perdeu a posse da bola por não ser prático", escreveu o jornal 'As' na sua edição online.

Já o jornal 'Marca' critica a sua falta de frescura física

"Tudo bem que não aguente uma partida inteira mais prolongamento diante do Real Madrid, na final da Supertaça, mas é muito preocupante que João Félix não tenha físico suficiente para render o máximo durante 90 minutos com o Cultural Leonesa. Contudo, deixou muitos pormenores de qualidade e uma grande assistência para Vitolo e deixou Correa de frente para o golo, para o preço que custou exige-se-lhe muito mais", pode-se ler

O 'Mundo Deportivo' deixou elogios mas também críticas, pelas decisões de Félix nos últimos metros.

"Teve mais liberdade do que noutros jogos para jogar entre linhas e fez vários passes que mostram a sua grande qualidade, mas faltou-lhe afinco no último terço", escreveu o jornal.

A Cultural Leonesa, equipa do terceiro escalão espanhol, protagonizou a principal surpresa dos 16 avos de final da Taça do Rei de Espanha em futebol, ao derrotar o Atlético de Madrid por 2-1, após prolongamento. O Atlético até deu sinais de que passaria a eliminatória com maior ou menor facilidade, quando se adiantou aos 62, com um golo de Correa, a passe de João Félix.

Já numa altura em que parecia que o triunfo da equipa da primeira divisão não iria fugir, Castenada empatou num lance de insistência, aos 83 minutos, levando a decisão para prolongamento, período no qual foi mesmo a Leonesa, segunda classificada do grupo 2 da segunda divisão B (terceiro escalão), a voltar a marcar, através de um grande golo de Sergio Benito, aos 108.

Esta eliminação do 'Atleti' segue-se às dos também primodivisionários Maiorca e Valladolid, afastados nas terça e quarta-feiras, respetivamente, e Celta de Vigo, Eibar e Betis, que 'tombaram' esta quinta-feira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.