O duelo de sábado das meias-finais da Liga dos Campeões de África de futebol, entre o Raja Casablanca (Marrocos) e o Zamalek (Egito), treinado pelo português Jaime Pacheco, foi adiado devido ao surto de covid-19 no plantel marroquino.

Oito jogadores do Raja Casablanca testaram positivo à doença, pelo que toda a comitiva ficou em quarentena, que foi hoje decretada pelas autoridades sanitárias marroquinas.

Assim, a Confederação Africana de Futebol (CAF) acordou adiar a segunda mão desta partida das ‘meias', que se deveria disputar no sábado, no Egito, num jogo decisivo para o acesso à final da principal competição africana de clubes.

A permissão especial que o Governo marroquino tinha dado à comitiva do Raja Casablanca para viajar para o Egito também foi cancelada, pelo menos, até quinta-feira da próxima semana, quando vai ser feita uma nova ronda de testes.

No domingo, a formação orientada por Jaime Pacheco venceu fora o Raja Casablanca por 1-0, depois de, na véspera, os também egípcios do Al Ahly, terem vencido em Marrocos o Wydad, no outro embate das meias-finais.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 41,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.