O internacional português do Bayern Munique recuou na intenção de abandonar o clube bávaro depois de ter manifestado publicamente o desejo de sair por causa da falta de oportunidades. Em declarações ao portal alemão 'Sport1', Renato Sanches abordou a sua situação no Bayern Munique e, apesar de mostrar vontade de permanecer, deixou novamente um recado ao treinador.

"Tenho contrato e o dever de ficar e trabalhar aqui. Se tiver de ficar, fico. Mas, como disse há alguns meses, quero o melhor para mim", afirmou o médio português formado no Benfica.

"Estou a fazer o meu trabalho, como tenho feito ao longo dos últimos meses. Estou à espera. Estou em boa forma e preparado para jogar, porque sou um bom jogador. O meu primeiro ano em Munique foi duro, mas agora estou mais velho e sei como as coisas são", confessou Renato Sanches.

Apesar da falta de oportunidades do treinador, Renato Sanches revela que tem mantido contacto constante com Niko Kovac.

"Falamos sobre tudo. Sobre a minha situação e sobre o treino. Ele disse-me que irá dar a mim e aos outros jogadores a oportunidade de mostrar o que valem. Eu e os outros jogadores começamos do zero", revelou Renato Sanches.

"Se tiver uma oportunidade, posso mostrar o que valho. Caso contrário, não, e só posso esperar. Dez ou 15 minutos não são uma oportunidade. Se não jogares, perdes confiança, perdes tudo. Sou jovem e preciso de confiança. Se não jogas durante dez jogos começar a acreditar que não és suficientemente bom. Mas eu conheço-me, sou bom", sentenciou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.