O futebolista polaco Robert Lewandowski voltou hoje a expressar o desejo de abandonar o Bayern Munique após oito temporadas no clube, mas salientou que não quer entrar em "conflito" com o emblema bávaro.

“Não quero forçar nada. Trata-se de encontrar a melhor solução para todos. Ainda tenho um ano de contrato, por isso pedi ao clube a autorização para a transferência. Acho que na situação atual é a melhor solução, principalmente porque o clube ainda pode receber dinheiro", afirmou Lewandowski em declarações ao jornal germânico Bild.

O avançado de 33 anos, que recebeu duas vezes o prémio de melhor jogador do ano da FIFA, acrescentou que tem “grande respeito” pelo Bayern Munique e que o clube se tornou numa “segunda casa”.

“Não quero entrar numa escalada de palavras e não quero entrar em conflito. Quero sair a bem. Espero que os adeptos me entendam um dia”, referiu o internacional polaco, sete vezes melhor marcador da Bundesliga.

Recentemente, através do diretor Hasan Salihamidzic, o clube demonstrou a intenção de manter Lewandowski no clube até final do seu contrato, que termina em julho de 2023.

Com o Bayern Munique, o jogador polaco conquistou oito Bundesligas (tem 10 no total), uma Liga dos Campeões e quatro Taças da Alemanha.

Lewandowski foi também o melhor marcador da ‘Champions’ com 15, em 2019/20, época em que o emblema bávaro conquistou o título.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.