O Leipzig ficou-se hoje por uma igualdade a um golo na receção ao Bayer Leverkusen e perdeu terreno para o líder Bayern Munique, em encontro da 24.ª jornada da Liga alemã de futebol.

Os locais estavam obrigados a vencer para continuarem a um ponto dos bávaros, contudo não foram capazes de contrariar o bom momento do Leverkusen, que se colocou em vantagem pelos pés do jamaicano Leon Bailey (29), anulada três minutos depois, quando o checo Patrick Schick bateu, de cabeça, o guardião Hradecky.

Com o empate, o Leipzig segue no segundo lugar, com 49 pontos, a três do Bayern e com mais um do que o Borussia Dortmund, de Raphäel Guerreiro, enquanto o Bayer Leverkusen, que eliminou o FC Porto nos 16 avos de final da Liga Europa, é quinto, com 44.

Antes, o Wolfsburgo, que não perde há mais de um mês, desperdiçou a oportunidade de ultrapassar o Schalke 04 e fixar-se nos lugares europeus, mantendo-se na sétima posição, com 35 pontos, face à igualdade a dois golos no reduto do Union Berlim, que é 10.º, com 30.

Os golos do avançado sueco Sebastian Andersson (41 minutos) e do defesa Marvin Friedrich (57) colocaram os estreantes na frente do encontro, mas a reação dos forasteiros aconteceu por Yannick Gerhardt (60) e o holandês Wout Weghorst (81).

O desafio ficou marcado pelo comportamento dos adeptos da equipa local que exibiram faixas a criticar o dono do Hoffenheim, Dietmar Hopp, e a Federação Alemã de Futebol (DFB), um comportamento que hoje levou o árbitro Bastian Dankert a interromper o encontro por duas vezes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.