Jorge Jesus está a ser um grande investimento para o Flamengo, quer do ponto de vista desportivo, quer do lado financeiro. O emblema carioca apresentou as contas relativas ao ano de 2019 e tem muitas razões para estar satisfeito com o trabalho do técnico português.

O Flamengo explica que teve uma receita bruta de 166 milhões de euros no último ano (950,4 milhões de reais), quase o dobro em relação a 2018. É a maior receita anual de sempre de um clube brasileiro. Ao todo, o emblema do Rio de Janeiro obteve 11 milhões de euros de lucro.

Na apresentação das contas relativamente a 2019, o Flamengo explica que aumentou o número de sócios, o número de adeptos pagantes nos jogos e as receitas de bilheteira subiram. Além disso, conseguiu valorizar jogadores e somar títulos ao seu palmarés.

Os campeões brasileiros e sul-americanos revelam que fizeram um teste de 'stress' e este relevou que, dada a atual situação financeira favórável, podem aguentar até três meses de paragem. De recordar que o futebol no Brasil e no resto do Mundo está parado devido ao surto de COVID-19.

"O Flamengo deu o salto que precisava para consolidar o seu planejamento estratégico de ser o maior clube das Américas e um dos maiores clubes do mundo, seja pelo aspecto econômico, seja pelo desportivo", comentou o presidente Rodolfo Landim.

De recordar que o Flamento está a tentar renovar o contrato com Jorge Jesus, algo que deverá conseguir, dada a estabilidade financeira do clube.

Em apenas um ano no Flamego, Jorge Jesus conquistou a Taça Libertadores da América, o Brasileirão, a Supertaça Sul-Americana e a Supertaça do Brasil.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.