A liga mexicana de futebol suspendeu as subidas e descidas entre as duas principais competições do país durante cinco anos, alegando os problemas económicos dos clubes do segundo escalão agravados pela pandemia da covid-19.

A decisão foi anunciada na sexta-feira pelo presidente da Liga MX, Enrique Bonilla, na sua primeira aparição pública depois de ter testado positivo para o novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19.

Numa conferência de imprensa online, Bonilla anunciou que a segunda liga, conhecida como liga Ascenso, foi cancelada, depois de em 15 de março o organismo ter decidido suspender por tempo indeterminado as duas competições.

“A crise financeira agravou os problemas dos clubes desta divisão e vários projetos que estavam em desenvolvimento estão perto da falência e correm o risco desaparecer”, disse Bonilla.

Cada um dos 12 clubes da liga Ascenso receberá 845.000 dólares (cerca de 777.234 euros) de compensação por cada uma das cinco temporadas, em que disputarão uma liga de desenvolvimento.

A nível global, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 150 mil mortos e infetou mais de 2,2 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 483 mil doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 657 pessoas das 19.022 registadas como infetadas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.