Eric Cantona foi sempre um jogador polémico dentro e fora dos relvados.

Genial em campo, foi considerado um dos melhores jogadores da história do Manchester  United, mas foi também protagonista de alguns episódios peculiares.

Foi no dia 25 de janeiro de 1995, que Cantona agrediu um adepto do Crystal Palace o que lhe valeu uma suspensão de nove meses, sendo ainda condenado a 120 horas de trabalho comunitário.

O jornal 'Marca' recorda algumas das frases mais míticas do antigo jogador.

"Nunca me movi por dinheiro. Até pagava na altura para jogar no Wembley."

"Para jogar ao mais alto nível precisas de ter este tipo de inteligência, que não é menos importante que a de um filósofo."

"Tive vários bons momentos ao longo da carreira, mas o melhor foi quando dei uma pontapé a um 'hooligan'"

"[Sobre a pergunta] Quem é o melhor jogador do francês de todos os tempos? Zidane ou Platini. Sou Eu."

“Não jogo contra uma equipa em particular, jogo contra a ideia de perder."

"Eu nasci em França, mas sinto-me inglês."

"Se se tem apenas uma paixão na vida - o futebol - isso torna-se muito perigoso. Quando paramos essa atividade parece que morremos. A morte da atividade é uma morte em si."

"Parei de jogar futebol, porque eu tinha feito tudo o que eu podia fazer."

"Cruyff foi o melhor. Ele era um criador. Ele foi o coração de uma revolução com o seu futebol. O Ajax mudou o futebol e ele era o líder disso tudo."

O jogador retirou-se em 1997, depois de passagens pelo Auxerre, Marselha, Bordéus, Nimmes e Leeds United. Pendurou as botas nos 'red devils'.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.