É uma daquelas histórias típicas dos filmes com “underdogs” que acabam por se revelar heróis no fim. Segundo a narrativa do The Verge, uma equipa de jogadores de Playerunknown’s Battlegrounds, mais conhecido como PUBG, de origem vietnamita participou em Seul, na Coreia do Sul, no Nation’s Cup, o prestigiante torneio focado no conhecido battle royale.

O torneio, que reuniu na Jangchung Arena as 16 melhores equipas do mundo, decorreu entre os dias 9 a 11 de agosto, que lutaram por um prize pool de 500 mil dólares. A Rússia venceu o torneio, com a Coreia do Sul e Canadá a conquistarem o segundo e terceiro lugar no pódio, respetivamente. Mas a equipa do Vietname ficou no prestigiante quarto lugar, garantindo um prémio de 44 mil dólares. Mas a equipa destacou-se por ter deixado para trás algumas das equipas favoritas, ou como são agrupadas nestes torneios, as “Powerhouses” Alemanha, Estados Unidos e o Reino Unido (esta última considerada uma Contender, ou seja, de escalão médio).

Ngoc “BAsill” Bao An
Ngoc “BAsill” Bao An - Foto: PUBG Corp.

O The Verge destaca a performance da equipa vietnamita, tendo em conta que os torneios são uma atividade ilegal no seu país. Além disso, os jogadores tiveram problemas com os vistos para visitar os países onde decorrem os maiores torneios de PUBG.

Há cerca de três meses antes, o jogador Leviz tinha recebido nega do British High Commission em Nova Deli para competir no Face It Global Summit, em Londres. Este é considerado o maior torneio de PUBG do mundo. O jogador recebeu o apoio da produtora e organizadora do evento nas questões legais de documentação e os motivos da viagem, mas mesmo assim ficou em terra. Outros jogadores vietnamitas tiveram problemas semelhantes, pela natureza complicada de obter visas para os Estados Unidos e Reino Unido.

Mas o maior problema é mesmo competir de forma oficial em torneios de eSports no Vietname. No caso do PUBG ainda não tem uma licença do governo vietnamita, e por isso as competições são ilegais, o que impede as comunidades de crescerem, e sobretudo de se tornarem competitivos. Ainda assim, há um crescimento generalizado, e um canal de YouTube que transmitiu o Nations Cup obteve mais de 80 mil espetadores.

Nguyen “Leviz” Huu Doan
Nguyen “Leviz” Huu Doan - Foto: PUBG Corp.

Mesmo com essa dificuldade, a equipa do Vietname obteve resultados invejáveis, que segundo é referido, demonstra o crescimento dos eSports no país, seja a nível de audiência, base de jogadores e o número de jogadores profissionais a competir. São já considerados uma das equipas mais fortes do sudoeste asiático, destacando-se nos eventos regionais contra equipas chinesas, japonesas e coreanas. Prova disso foi a vitória categoria na primeira partida do torneio, que lhes permitiu “comer a saborosa galinha” (Winner Winner Chicken Dinner)…

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.