Nos dias 1 e 2 de novembro vai realizar-se mais uma edição da Blast Pro Series, que está de regresso a Copenhaga, na Dinamarca e promete partidas explosivas entre as seis das melhores equipas de Counter-Strike: Global Offensive. O evento vai decorrer na Royal Arena, que espera 12 mil fãs ansiosos pela competição e ver atribuído o lendário troféu da Blast Pro Series e claro, um prémio global de 250 mil dólares.

Na arena de sonho poderá assistir às finais do torneio que será disputado em cinco rondas B01 sem direito a overtimes. Cada equipa só vai enfrentar uma vez todas as outras, com as duas melhores equipas a acederem diretamente à final. No entanto, a terceira classificada poderá escolher qualquer uma das restantes para jogar o Stand-off da Blast Pro Series que antecede a grande final.

As equipas que vão participar no torneio são a Astralis, Liquid e FaZe, sendo que estas três equipas já estão qualificadas para participar na grande final global que se vai realizar em dezembro no Barém, no Médio Oriente, para disputar um prémio de 500 mil dólares. As outras três equipas são a Cloud9, Na’Vi e Ninjas in Pijamas que necessitam lutar para conseguir um dos lugares no evento. Contas feitas, a NiP (16 pontos na geral) apenas precisa terminar pelo menos em quinto no evento, enquanto que as outras duas (ambas com 6 pontos) necessitam não só de vencer, como esperar que a NiP acabe em último.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.