"Tenho tido este problema durante um par de meses, como todos sabem. Por isso, não é uma situação feliz, depois de todo o êxito que tive aqui no Canadá, não poder jogar este ano", referiu o atual número quatro do mundo.

A presença no Open dos Estados Unidos, que começa em 30 de agosto, ainda é uma incógnita, com Nadal a assumir que o "pé não está pronto".

"Para mim, a coisa mais importante é gostar de jogar de ténis. Hoje, com esta dor, não sou capaz de gostar", referiu.

Depois de ter perdido nas meias-finais de Roland Garros, Nadal falhou a presença em Wimbledon e apenas regressou na última semana, em Washington, caindo na terceira eliminatória, depois de ter ficado isento na primeira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.