O belga Thierry Neuville (Hyundai i20) segurou hoje a liderança do Rali Safari, no Quénia, apesar de uma tempestade que se abateu sobre os últimos concorrentes a disputar a derradeira especial do dia.

Neuville terminou com o tempo de 2:45.04,06 horas, tendo, agora, uma vantagem de 57,4 segundos sobre o japonês Takamoto Katsuta (Toyota Yaris), que é segundo, e 1.15,5 minutos em relação ao francês Sébastien Ogier (Toyota Yaris), que é terceiro nesta sexta prova da temporada.

O grande prejudicado pelo aguaceiro da derradeira especial, com 31 quilómetros, foi o estónio Ott Tänak (Hyundai i20), que baixou do terceiro ao quarto lugar por ter sido obrigado a parar para compor o limpa para-brisas do seu lado, cedendo mais de um minuto para Ogier.

"Começou a chover forte pouco depois de começarmos a especial e, infelizmente, o limpa para-brisas do meu lado não estava a funcionar. Tive de perguntar ao Martin [navegador] por onde era a estrada, mas não dava para continuar assim por 30 quilómetros", explicou o antigo campeão do mundo.

Tanak está, agora, a 2.21,2 minutos de Neuville, que ficou "aliviado" por ter chegado ao final do dia na liderança.

"Estou aliviado por estar na liderança depois da última especial que enfrentámos hoje. Não importava por quanto, mas manter a liderança era o mais importante hoje", frisou o piloto belga, que em duas especiais se viu forçado a travar a fundo para evitar zebras que estavam no meio do percurso.

Para domingo, estão previstas mais cinco especiais, com um total de 53,49 quilómetros, incluindo os 10,56 da power stage final, que distribui 15 pontos pelos cinco mais rápidos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.