A Seleção Nacional de Motocrosse falhou hoje o apuramento direto para a final A do Motocrosse das Nações, que este fim de semana se disputa em Mantova, Itália, depois de um dos seus elementos ter sofrido uma queda e duas fraturas.

Portugal, que alinha com Hugo Basaúla (Kawasaki), Luís Outeiro (TM) e Marco Silva (KTM), viu o resultado comprometido com a queda do piloto d KTM, que teve de ser transportado ao centro médico do circuito, onde lhe foram diagnosticadas fraturas das apófises (protuberâncias) nas vértebras L1 e L2.

O piloto de Alcochete terá, agora, de ficar em repouso absoluto durante três semanas.

Luís Outeiro foi 13.º na corrida de MX2 enquanto Basaúla foi 18.º na Open.

O conjunto de resultados levou a um empate com a República Checa, com o fator de desempate (resultado do terceiro piloto) a prejudicar os portugueses, que se viram, assim, arredados de um lugar entre os 19 melhores.

Resta agora a corrida de repescagem, no domingo, em que só uma vitória dará o passaporte para a final A.

A qualificação de hoje foi ganha pela Holanda, detentora do troféu, numa prova em que alinham 33 seleções.

Para Portugal, esta é a 27.ª participação consecutiva.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.