“A circulação de viaturas e a concentração do público durante os dias do rali foram temas debatidos entre a direção da prova e os elementos da polícia, que este ano vai distribuir por vários turnos de serviço cerca de 700 efetivos”, pode ler-se no comunicado publicado.

Os detalhes foram acertados na manhã de hoje pela equipa operacional da prova, em conjunto com Polícia de Segurança Pública (PSP) e Proteção Civil, no Centro Operacional do RVM 2021, instalado na Escola Horácio Bento de Gouveia, no Funchal.

Em relação à edição do ano passado, a prova sofreu uma alteração no desfile programado para quinta-feira, que “vai implicar o fecho de uma das vias da Avenida do Mar e das Comunidades, em simultâneo com a Avenida Sá Carneiro, onde será de novo montado o Parque de Assistências”, situado no coração da capital madeirense.

A nota acrescenta que nos locais onde se realizam as 10.ª e 14.ª Provas Especiais de Classificação (PEC), na Ponta do Sol, e as nona e 13.ª, em Câmara de Lobos, “vai ser necessário ter uma especial abordagem em termos de Segurança do Rali”.

O RVM 2021 vai para as estradas da Madeira no primeiro fim de semana de agosto, com 50 concorrentes inscritos, 31 madeirenses, 17 de Portugal continental e dois espanhóis.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto