A seleção portuguesa de canoagem sub-23 e júnior vai apresentar-se nos Europeus da categoria, de quinta-feira a domingo em Poznan, Polónia, com seis atletas que em maio tentaram o apuramento para Tóquio2020.

A Marco Apura, que, juntamente com Bruno Afonso, falhou os Jogos Olímpicos por um só lugar, nas canoas, juntam-se Sara Sotero, Inês Penetra, Beatriz Lamas, Rúben Boas e João Pereira, numa seleção com um “recorde” de 24 canoístas em europeus do escalão.

“É um esforço muito grande que estamos a fazer, o qual vem comprovar, mais uma vez, a forte aposta que tem sido feita pela Federação Portuguesa de Canoagem nas camadas mais jovens e na renovação da equipa nacional”, justifica o vice-presidente Ricardo Machado.

A dimensão da seleção, composta por 13 elementos do sexo masculino e 11 do feminino, tem em conta o facto de Portugal ir organizar o Campeonato do Mundo destes escalões, de 03 a 06 de setembro, no Centro de Alto Rendimento de Montemor-o-Velho.

“Estes atletas transmitem-nos a confiança de que desde que haja continuidade do trabalho, iremos conseguir continuar a renovar a equipa sénior, mantendo os padrões de qualidade e os resultados que são já uma imagem de marca da canoagem portuguesa”, complementou o dirigente, igualmente diretor técnico nacional.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto