O português João Ribeiro manifestou-se hoje muito satisfeito por ter atingido a final de K1 500 dos Mundiais de canoagem, em Montemor-o-Velho, que disputará às 16:39 sem aceitar exigência de medalhas.

"Agora, não me podem pedir [medalhas]. Até hoje, nunca não me vierem perguntar nada. Nunca me falaram do K1 500 e não é agora que me vão pedir", avisou.

João Ribeiro terminou a semifinal em segundo lugar, a apenas 20 milésimos de segundo do checo Josef Dostál, atual campeão mundial e europeu, que concluiu em 1.40,853 minutos, enquanto o australiano Thomas Green completou o lote de qualificados desta série, a 115 milésimos do vencedor.

"É óbvio que, se estou na final do campeonato do mundo, é normal que isso (medalhas) esteja na minha cabeça. Ir para uma final para ser quinto ou sexto não faz sentido, mas não me podem exigir nada. Nem treinei para esta distância. O meu objetivo é o K4 500, que é tripulação olímpica", frisou.

O canoísta do Benfica assumiu que disputar toda a regata ao lado de Josef Dóstal tem um significado especial. "É o atleta indicado para ser campeão do mundo e que este ano, no Europeu, ganhou ao Fernando [Pimenta]. Ir ao pé dele, que só treina para K1, e eu para K4, é um enorme orgulho", assumiu.

O atleta de Esposende contou que a estratégia combinada com o treinador Rui Fernandes foi "sair na frente", controlar o ritmo para não "avançar demasiado" e no fim "dar aquele bocadinho para ficar nos três primeiros".

Agora, vai gerir as forças e, à tarde, espera voltar a "dar alegrias" aos familiares, que estão "em peso" em Montemor-o-Velho, e continuar a ser "motivo de orgulho" dos seus.

João Ribeiro aceita que este resultado o vai motivar igualmente para o K4 500, que disputa sábado juntamente com Emanuel Silva, David Varela e Messias Batista.

"Se as coisas começassem a correr mal, a cabeça também sentia o peso. As coisas estão a correr bem. Sinto-me otimamente. Sinto que serei uma mais-valia para o K4", concluiu.

Na quinta-feira, Teresa Portela e Joana Vasconcelos tinham garantido a primeira presença de sempre para Portugal na final de K2 500 em Mundiais, a qual se realiza no sábado às 12:21 no Centro de Alto Rendimento de Montemor-o-Velho.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.