Bernardo Atilano atingiu as meias-finais do Guatemala International Series, contudo, apesar da derrota, pode ter somado os pontos suficientes para entrar, pela primeira vez na história, no ‘top 100’ mundial de badminton.

“Terça-feira já vou saber. Será um bom prémio para as adversidades que tenho superado”, disse à Lusa o atleta português, que agora tem feito mais torneios internacionais devido a uma bolsa de solidariedade olímpica.

Depois de ter atingido a final do Brasil Internacional Series, em 17 de setembro, o português chegou agora às meias-finais na Guatemala, nas quais cedeu ante o italiano Giovanni Toti, 124.º do ranking, pelos parciais de 12-21, 21-14 e 14-21, em 50 minutos.

“Mais uma vez consegui superar as adversidades, tendo em conta que ainda jogo com dores no tornozelo, devido a uma entorse contraída há duas semanas, que me impede de treinar da melhor forma, para me poupar um pouco”, esclareceu o pentacampeão nacional.

Bernardo Atiliano sai com “sentimento de missão cumprida” neste périplo pelo continente americano, regressando agora a Portugal para “recuperar totalmente” antes de apostar no próximo torneio.

Se atingir o ‘top 90’, o português tem muito mais facilitada a entrada direta nos principais torneios mundiais, sem ter de passar por uma segunda competição, que é a fase preliminar.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.