Os golfistas portugueses Pedro Figueiredo e Ricardo Santos mantiveram-se hoje dentro do ‘top 50’ do Canárias Championship, o torneio do European Tour que está a decorrer no Golf Costa Adeje (Par 71), em Tenerife.

Depois de ter encerrado os 36 buracos iniciais como o segundo melhor representante nacional em prova, Figueiredo, de 28 anos, ultrapassou hoje Santos no ‘leaderboard’ e figura no 37.º lugar, empatado, com um agregado de 204 pancadas (70+66+68), nove abaixo do Par do campo.

“Foi uma volta positiva. Não comecei bem [do ‘tee’ do 10], estava duas acima ao fim de três buracos, mas consegui dar a volta. Foi o dia em que joguei melhor do ‘tee’ ao ‘green’ e tive mais oportunidades, não converti todas, mas, ainda assim, fiz cinco ‘birdies’ para recuperar de mais duas para menos três”, contou o jovem de Azeitão, à agência Lusa, após assinar ‘birdies’ (uma abaixo) nos buracos 1, 3, 8, 13 e 15 e dois ‘bogeys’ no 11 e 12.

Já Ricardo Santos cumpriu na terceira ronda o Par do traçado e, ao totalizar 206 ‘shots’ (67+68+71), sete abaixo, desceu da 34.ª posição para o 50.º posto da classificação, liderada à partida para a última ronda pelo sul-africano e campeão do Open de Portugal de 2020, Garrick Higgo, com 193 pancadas (-20).

“Foi o dia em que joguei melhor do ‘tee’ ao ‘green’ nas últimas quatro semanas e foi o meu pior resultado. De uma vota que poderia ser sete ou oito abaixo, fiz o Par”, confessou o algarvio, que assinou cinco ‘birdies’ (6, 11, 12, 13 e 17), dois ‘bogeys’ (4 e 10) e um triplo ‘bogey’ (9) a encerrar a exibição de hoje, iniciada no ‘tee’ do 10.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.