Os testes à covid-19 realizados a todo o pelotão da Volta a Itália em bicicleta, bem como às equipas técnicas das 23 equipas, tiveram resultados negativos, revelou hoje a organização.

Os resultados foram conhecidos antes da partida para a quarta etapa em Piacenza, com todos os 183 corredores a poderem continuar em prova, bem como o ‘staff’. Participam na prova João Almeida (Deceuninck-QuickStep), Nelson Oliveira (Movistar) e Ruben Guerreiro (Education First-Nippo).

A organização do Giro tem planeado várias ‘ondas’ de testagem, sobretudo com testes PCR durante os dois dias de descanso.

Em 2020, duas equipas, a Mitchelton-Scott e a Jumbo-Visma, abandonaram a corrida após o primeiro dia de descanso, durante o qual foram detetados vários casos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.