O atleta José Sousa manifestou-se hoje “muito contente” por se ter estreado em maratonas com o oitavo lugar na 15.ª edição da maratona do Porto, com o tempo de 2:19.25 horas, assumindo-se como o melhor português na prova.

"É a primeira maratona que estou a fazer. Tenho um novo clube e um novo treinador e muito trabalho por trás. Estou muito contente. Antes de começar esta já estávamos a pensar na próxima, com objetivos mais altos", disse José Sousa, da AR Casaense – EAC.

Em declarações aos jornalistas, o atleta que é treinado por Ricardo Ribas, disse estar "muito contente", mas não quis adiantar muito sobre quais os seus próximos objetivos.

Questionado sobre dificuldades do percurso, num dia em que a prova que percorre artérias de três cidades - Porto, Matosinhos e Vila Nova de Gaia – ficou marcada por muita chuva e vento, José Sousa disse que "tudo correu muito bem", lembrando os conselhos do seu treinador.

"O José Moreira [atleta do Sporting, que ficou em nono lugar, com 2:19.43] e o Carlos Costa [do CD. S. Salvador do Campo 10.º, com 2:19.48] chegaram a ter avanço de mais de 600/700 metros aos 25 quilómetros. Olhei para o relógio e disse ‘acho que a prova está a começar’, porque me lembrei do que o meu treinador me disse, que é aos 30 quilómetros que a prova começa. E foi assim. Correu muito bem", revelou.

José Sousa avançou que conta fazer uma nova maratona em "breve", mas como objetivos imediatos assinalou "ser a hora de ajudar o clube nos Nacionais e Distritais".

Rosa Madureira, atleta do Penafiel, que foi a quarta a cortar a meta no setor feminino e a melhor portuguesa, ao terminar com o tempo de 2:50.06 horas, confessou estar "bastante contente".

"Foi um bom resultado. Deu para controlar bem, estava frio, mas ser a primeira portuguesa é muito bom. O vento foi o pior", apontou, revelando que em janeiro pretende correr a maratona do Funchal.

Além dos 42,195 quilómetros da principal prova, este evento conta também com uma corrida de 15 quilómetros e uma caminhada de seis quilómetros destinada a todas as classes etárias e sem fins competitivos.

De acordo com a organização inscreveram-se cerca de 16.000 pessoas de 75 nacionalidades (41% dos inscritos são atletas internacionais) nas três provas, sendo que a vertente de maior distância conta com cerca de 6.000 participantes.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.