Depois de marcar 48 pontos nos 118-100 à Argentina, o base dos Dallas Mavericks ficou-se desta vez pelos 25, aos quais juntou sete assistências, sete ressaltos, dois roubos de bola e dois desarmes de lançamento, em 25.46 minutos.

Zoran Dragic, com 24 pontos, Vlatko Cancar, com 16, e Klemen Prepelic, com 12, também de destacaram nos campeões europeus em título, sendo que todos os 12 jogadores marcaram.

Na formação da casa, que somou o segundo desaire, depois do 77-88 com a Espanha, destaque para Rui Hachimura, que foi o melhor marcador do encontro, com 34 pontos, somando ainda sete ressaltos e três assistências.

A Eslovénia venceu por 35 pontos, num embate que liderou desde início e no qual venceu todos os parciais: 29-23 no primeiro, 24-18 no segundo – para 53-41 ao intervalo -, 27-23 no terceiro e um concludente 36-17 no quarto.

Na última ronda do agrupamento, no domingo, a Eslovénia defronta a Espanha, enquanto o Japão mede forças com a Argentina.

Todas as notícias e reportagens sobre Tóquio 2020 acompanhadas ao minuto pelo SAPO Desporto

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.