A velocista, de 27 anos, natural de Oliveira de Azeméis, concluiu as semifinais na 17.ª posição, sem conseguir avançar para a final, à qual chegavam as duas primeiras de cada série e as duas mais rápidas entre as restantes, mas conseguindo a melhor classificação de sempre de uma portuguesa na distância.

Todas as notícias e reportagens sobre Tóquio 2020 acompanhadas ao minuto pelo SAPO Desporto

Cátia Azevedo avançou para esta fase com o terceiro lugar na sua série das eliminatórias, conseguindo o 15.º melhor tempo (51,26 segundos), e detinha a terceira melhor marca pessoal e do ano entre as participantes na sua série, só superada pela jamaicana Stephenie Ann McPherson (49,61) e pela norte-americana Allyson Felix (50,02 em 2021 e 49,29 como recorde pessoal).

A atleta do Sporting, que cumpriu a sua estreia olímpica com o 31.º lugar no Rio2016, chegou a Tóquio2020 ao melhorar o recorde nacional, que já lhe pertencia, para 50,59 segundos, em 03 de junho último, na cidade espanhola de Huelva.

A final dos 400 metros vai ser disputada na sexta-feira, às 21:35 locais (13:35 em Lisboa).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.