O canoísta Fernando Pimenta considerou hoje que o coletivo do K4 500 metros português é “candidato a medalha” em Tóquio2020, realçando a “qualidade e experiência” do quarteto liderado por Rui Fernandes.

“O K4 está ao nível de uma medalha. Podem consegui-la, sem dúvida. Com a qualidade que têm e a experiência que têm vindo a adquirir têm tudo para conseguir uma medalha”, defendeu o limiano, em entrevista à agência Lusa.

Emanuel Silva, vice-campeão olímpico em Londres2012 em K2 1.000, precisamente com Fernando Pimenta, faz equipa com João Ribeiro, Messias Baptista e David Varela, num quarteto em que o canoísta do Benfica deposita esperanças de pódio.

Teresa Portela e Joana Vasconcelos, em K1 200 e K1 500, vão competir em “provas bastante abertas” e nas quais Pimenta acredita que podem atingir a regata das medalhas.

“Um lugar na final já é de relevo. E depois, claro, nas finais acho que podem fazer coisas bonitas e dar muita luta a todas as adversárias”, completou.

Acima de tudo, e independentemente da posição em que cada atleta cruze a linha de chegada, e seja em que modalidade for, Fernando Pimenta espera um “apoio incondicional dos portugueses” aos atletas presentes nos Jogos, que vão ser disputados entre sexta-feira e 08 de agosto.

“Vamos estar lá para orgulhar todos os portugueses. Espero que, independentemente dos resultados, se sintam orgulhosos da nossa prestação, de estarmos a dar tudo por tudo por eles. Que sejam portugueses e conquistadores”, desafiou.

Fernando Pimenta, que em 13 de agosto completa 32 anos, tem no currículo 104 medalhas nas grandes provas internacionais.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.