Depois de terminar o concurso olímpico de lançamento do peso no quarto lugar, a escassos cinco centímetros da terceira classificada, a neozelandesa Valerie Adams, Auriol Dongmo não escondeu a sua desilusão por ter visto o pódio ali tão perto.

"É mesmo difícil. Fiz uma boa recuperação e sentia-me com força para ganhar uma medalha hoje, mas há coisas que não conseguimos explicar", começou por referir em declarações aos microfones da RTP.

Depois, sem conseguir segurar as lágrimas, prometeu fazer melhor em Paris'2024. "Eu estava em forma, no aquecimento estava a lançar, mas pronto... perder desta maneira para mim é a coisa mais horrível. Prometo que vou continuar a trabalhar e dar tudo para estar melhor em Paris", concluiu, visivelmente desiludida.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.