Lautaro Martinez e Antonio Conte tiveram um momento tenso esta quarta-feira, na vitória do Inter sobre a AS Roma por 3-1. Com o título já assegurado, o atacante argentino foi substituído pelo treinador aos 77 e não gostou nada da decisão. O avançado tinha entrado no jogo aos 35 minutos, no lugar do lesionado Alexis Sánchez.

A caminho do banco, Lautaro pontapeou uma garrafa de água e atirou a sua camisola ao chão, provocando a fúria de António Conte: "Tem respeito! Estás zangado com o quê? Nunca mais reajas dessa forma!, ameaçou o treinador, acordo com a Sky Sport Italia.

No final do jogo, Cristian Stellini, treinador-adjunto do Inter Milão, justificou o momento do argentino.

"Isto aconteceu-me há 14 anos quando eu era jogador do Conte e ele substituiu-me após 20 minutos. É um exemplo da mentalidade que queremos, mesmo que o resultado pareça seguro, queremos os jogadores sempre focados e o Lautaro não estava nesse nível. Mas são coisas que ficam no campo e agora só pensamos no futuro", disse, na zona de entrevistas rápidas.

Ora aquilo que parecia um problema na equipa, a poucos dias do clássico com a Juventus, foi resolvido na manhã desta quinta-feira, de forma insólita.

A equipa improvisou um ringue de boxe no campo de treinos, momentaneamente transformado em Madison Square Garden, Antonio Conte e Lautaro Martinez calçaram as luvas para resolver a contenda, com o belga Romelu Lukaku como 'speaker.

O problema entre o treinador e o jogador, esse já lá vai. Resta saber quem ganhou o combate de boxe entre Conte e Lautaro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto