O Varzim, que foi desportivamente relegado à Liga 3 de futebol, anunciou hoje que vai “solicitar a consulta dos documentos” que suportaram o licenciamento de participação de algumas sociedades desportivas nos campeonatos profissionais.

A posição do emblema poveiro surge na sequência da confirmação da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) que todos os clubes da I e II Ligas reuniram os pressupostos para jogarem a temporada 2022/23 nos dois principais escalões.

Na segunda-feira, o Varzim tinha apontado “práticas antirregulamentares e questões graves relativas ao controlo salarial no decorrer do ano de 2022” no processo de licenciamento Leixões, e quer, agora, constatar nos documentos entregues pelos matosinhenses.

“O Varzim irá iniciar um conjunto de diligências, para as quais já tinha antecipadamente solicitado à LPFP a sua permissão, para consulta dos documentos de suporte a algumas candidaturas, sobre as quais alegadamente pendiam indícios de irregularidades”, afirmaram, em comunicado, os responsáveis do emblema poveiro.

O emblema nortenho, que disse estar “preparado e licenciado” para assumir uma vaga na Liga 2, garantiu que “oportunamente divulgará os resultados das mesmas” diligências, mas que “continuará afincadamente a trabalhar para o sucesso desportivo do Varzim”.

Também na segunda-feira, o Leixões respondeu às insinuações do Varzim, repudiando-as, e garantindo que “cumpriu todos os pressupostos exigidos pela entidade promotora das competições Profissionais de futebol”.

“Todos os jogos de bastidores perpetuados ao longo destas últimas duas semanas traduziram-se num fiasco monumental, com consequências imprevisíveis para quem os possibilitou e executou. A coação a empresários de futebol e as ameaças a presidentes de outros clubes foram a cereja no topo de um bolo amplamente fora de validade. O resto é caso de polícia”. afirmou o emblema matosinhense, através de comunicado.

O Leixões garantiu desportivamente a manutenção na II Liga, terminado o campeonato de 2021/22 na oitava posição, com 48 pontos, enquanto o Varzim foi despromovido à Liga 3, por terminar no 17.º posto, com 35.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.