A Académica empatou hoje 0-0 na receção ao Vilafranquense, em jogo da 26.ª jornada da II Liga de futebol, e perdeu a oportunidade de se isolar no segundo lugar do campeonato.

As melhores oportunidades da partida pertenceram à ‘briosa’, que volta a ‘marcar passo’ no seu estádio, onde averbou duas derrotas nas anteriores jornadas, com Varzim (2-1) e Vizela (3-1).

Apesar do empate, os ‘estudantes’ mantêm o terceiro lugar da tabela classificativa, com os mesmos pontos do Feirense, segundo classificado, que perdeu nesta jornada na deslocação a Arouca, mas as duas equipas podem ser ultrapassadas pelo Vizela, que só joga na segunda-feira.

Numa primeira parte com muitas faltas, jogada num ritmo lento, as duas equipas dispuseram de uma oportunidade flagrante de golo cada.

A primeira, para a Académica, aos 18 minutos, numa jogada pela esquerda do ataque, com Fabinho a cruzar para o coração da área, onde estava Rafael Furtado, que, em excelente posição, abordou mal o lance e a bola que saiu ao lado da baliza.

Já próximo do intervalo, aos 42 minutos, Vítor Bruno, isolado pela direita, podia ter feito golo, mas o remate cruzado saiu a rasar o poste mais distante da baliza defendida por Mika.

No segundo tempo, a Académica quase beneficiava de um autogolo de Gonçalo, aos 49 minutos, num atraso para o guarda-redes que levou a bola a embater no poste e a sair pela linha final.

A ‘briosa’ estava mais espevitada e, no minuto seguinte, Sanca, obrigou o guarda-redes Maringá a defesa apertada junto à trave, desviando a bola pela linha final.

Aos 63 minutos, em jogada corrida, Mayambela levou a bola a rasar a barra da baliza do Vilafranquense, num forte cabeceamento, a culminar um cruzamento de Sanca.

Uma das melhores oportunidades dos ‘estudantes’ ocorreu aos 72 minutos, num bom trabalho de Sanca na grande área, que rematou para a baliza, já com o guarda-redes fora do lance, com a bola a ser desviada em cima da linha de golo por Gonçalo.

Já no período de compensação, o guarda-redes Maringá evitou a vitória da Académica, com uma defesa em voo, a desviar pela linha final o remate de Diogo Pereira.

Ficha de jogo

Jogo no Estádio Cidade de Coimbra.

Académica - Vilafranquense, 0-0.

Equipas:

- Académica: Mika, Fabiano, Rafael Vieira, Silvério, Fábio Vianna, Guima (Diogo Pereira, 81), Dias, Fabinho (Dani, 81), Mayambela (Traquina, 67), Sanca e Rafael Furtado (Bouldini, 67).

- (Suplentes: Daniel Azevedo, Pinto, Dani, Bouldini, Xavi, Diogo Pereira, Traquina, Mike e Kay).

Treinador: Rui Borges.

- Vilafranquense: Maringá, Marcos Vinícius, Diogo Coelho, Gonçalo, Veiga, Jefferson, Leonardo, Vítor Bruno (Mbombo, 80), Diogo Pinto (Rúben Gonçalves, 68), André Dias (Vitinho, 29) e André Claro (Rodrigo Rodrigues, 79).

- (Suplentes: Bruno Ferreira, Sparagna, Vitinho, Marco Grilo, Bidi, Rúben Gonçalves e Mbombo).

Treinador: Carlos Pinto.

Árbitro: Hugo Silva (AF Santarém).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Veiga (36), Vitinho (42), Fabinho (56), Maringá (60), Guima (64), Gonçalo (74) e Silvério (82).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.