O movimento ‘Benfica Bem Maior’ apoia a realização da Assembleia Geral (AG) extraordinária requerida pelo grupo de sócios ‘Servir o Benfica’, pedindo urgência no processo, de acordo com um comunicado hoje divulgado.

Segundo João Braz Frade, antigo vice-presidente do clube que assina o documento, o ‘Benfica Bem Maior’ “considera que estão reunidas as condições estatutárias para a realização da referida Assembleia Geral extraordinária”.

Mais, o movimento sublinha que, “tendo-se verificado a renúncia do anterior presidente da Mesa da Assembleia Geral [Rui Pereira], e tendo-se também, infelizmente, agravado as condições sanitárias na região de Lisboa, deverá o seu substituto proceder com a maior urgência as diligências necessárias para a marcação” da reunião magna.

O movimento “Servir o Benfica”, que requereu a marcação da AG, quer analisar a legitimidade das últimas eleições presidenciais, em outubro de 2020, em que Luís Filipe Vieira derrotou João Noronha Lopes, além de discutir e aprovar um novo regulamento eleitoral.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.