Na sala de imprensa do Estádio da Luz, depois do triunfo sobre o Sporting, Jorge Jesus, treinador do Benfica, falou do jogo, mas também da qualidade do campeonato português e dos treinadores portugueses em comparação com outras Ligas europeias.

"Um campeonato de agricultores? Direi que a diferença para os melhores campeonatos europeus está no cifrão! Os cinco primeiros classificados desses países têm grandes jogadores. Em Espanha, Inglaterra, França e Alemanha, só há dois candidatos. Na Alemanha até é sempre o mesmo há nove anos", lembrou.

O técnico aproveitou ainda para voltar a reforçar a influência que a COVID-19 teve na diferença pontual que a sua equipa tem para o Sporting, a uma jornada do fim da I Liga. "Não tenho dúvidas nenhumas. Falar é uma coisa, provar é outra. E está provado pela segunda volta. A partir do momento que os jogadores do Benfica passaram a ser saudáveis, a partir do momento em que começaram a trabalhar as horas e os minutos de forma intensa, começaram a evoluir e fizeram esta segunda volta, está aí... Não é conversa, são resultados. Em janeiro perdemos 11 pontos, os nossos rivais foram fortes, não perderam muitos pontos. Não há como negar os números", assinalou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.