Sempre com Conceição de ‘azul e branco’, o ex-jogador do Benfica somou dois triunfos em dois embates ao comando do Sporting de Braga e um triunfo, dois empates e um desaire em quatro jogos pelos ‘leões’, que levou ao título nacional na época passada.

Na primeira época ao mais alto nível, em 2019/20, Rúben Amorim bateu duas vezes Sérgio Conceição no curto espaço de nove dias: 2-1 em pleno Dragão, para o campeonato, em 17 de janeiro de 2020, e 1-0 na final da Taça da Liga, em 25.

O primeiro encontro, para a ronda 17 da I Liga, acabou com triunfo dos ‘arsenalistas’, que se impuseram no Porto com golos de Fransérgio e do agora ‘leão’ Paulinho, contra um de Soares, que falhou uma grande penalidade, tal como Alex Telles.

Apenas oito dias depois, os dois conjuntos voltaram a encontrar-se, no ‘neutro’ – no papel - Estádio Municipal de Braga e Amorim voltou a sorrir, agora graças a um golo de Ricardo Horta a acabar, aos 90+5 minutos, para ganhar a Taça da Liga.

Estas foram duas das ‘razões’ que convenceram o Sporting a pagar 10 milhões de euros ao Sporting de Braga por Rúben Amorim, que, ainda em 2019/20, perderia o primeiro duelo face a Conceição ao comando do Sporting.

Na 32.ª ronda da I Liga 2019/20, em 25 de julho de 2020, um golo de Danilo, aos 64 minutos, e outro do maliano Marega, aos 90+1, valarem aos comandados de Sérgio Conceição um triunfo por 2-0 e o título nacional, a duas jornadas do fim.

Este desaire foi o único de Amorim face a Conceição, já que, na época passada, registou-se um triunfo do Sporting, nas meias-finais da Taça da Liga, e duas igualdades, nos jogos a contar para o campeonato.

Em 17 de outubro de 2020, na primeira volta, o então campeão em título FC Porto parecia lançado para o triunfo, depois do colombiano Uribe (25 minutos) e do mexicano Corona (45) darem a volta ao tento inaugural de Nuno Santos (nove).

Os comandados de Rúben Amorim acabaram, no entanto, por conseguir restabelecer a igualdade, já aos 87 minutos, por intermédio do argentino Luciano Viettto, vendido pouco depois aos sauditas do Al-Hilal.

Já em 2021, em 19 de janeiro, em Leiria, os dois técnicos reencontraram-se nas meias-finais da Taça da Liga e, mais uma vez, Conceição parecia destinado a bater Amorim, quando, aos 79 minutos, Marega colocou os ‘azuis e brancos’ em vantagem.

Na parte final, ‘emergiu’, porém, o suplente Jovane Cabral, que, lançado aos 77 minutos, ainda com o marcador em ‘branco’, deu a volta ao resultado com um ‘bis’, selado com tentos marcados aos 86 e já nos descontos, aos 90+4.

Menos de um mês depois, em 27 de fevereiro, disputou-se o jogo da segunda volta do campeonato, com o Sporting a chegar com 10 pontos de avanço ao Dragão e completamente embalado para arrebatar um título que lhe fugia desde 2001/02.

O encontro, da 21.ª jornada, terminou como começou, com uma igualdade a zero, que foi claramente favorável aos ‘leões’.

Amorim ‘manda’ face a Conceição e, consequentemente, ao FC Porto, enquanto o técnico dos portistas tem um histórico desfavorável, mas muito pouco, face aos ‘leões’, com cinco vitórias, contra seis derrotas, mais 11 empates (19-27 em golos).

Desde que chegou ao Dragão, em 2017/18, o ex-jogador de Lazio, Parma e Inter de Milão tem reduzido a desvantagem, sendo que, como treinador ‘azul e branco’, soma cinco vitórias, sete empates e apenas duas derrotas, com 15-11 em golos.

Em 14 embates pelo FC Porto, Conceição só perdeu – excluindo desempates por grandes penalidades – na segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal de 2017/18 (0-1 após prolongamento) e a época passada, nas meias-finais da Taça da Liga, já frente a Rúben Amorim.

Quanto aos embates por Olhanense (um), Académica (dois), Sporting de Braga (três) e Vitória de Guimarães (dois), nunca bateu o Sporting, somando quatro empates e outros tantos desaires, com 4-16 em golos.

O 23.º duelo de Sérgio Conceição com o Sporting e sétimo de Rúben Amorim com o FC Porto e o seu atual treinador está marcado para sábado, às 20:30, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, a contar para a quinta jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.