É com os olhos postos em mais um triunfo que o Sporting se desloca este sábado ao terreno do Famalicão, em partida a contar para a quarta jornada da I Liga. Os campeões nacionais somam três triunfos em outros tantos jogos, e procuram somar mais três pontos num terreno que sido tradicionalmente difícil para os verdes e brancos nos últimos anos.

Histórico desfavorável para os leões nos últimos anos

Desde a subida de divisão do conjunto minhoto, o Sporting somou como visitante um empate e uma derrota. Aliás, os ‘leões’ nunca bateram o Famalicão desde que o emblema regressou ao principal escalão, após longa ausência, com dois empates e duas derrotas. Em casa, registou uma igualdade (1-1 em 2020/21)) e um desaire (1-2 em 2019/20) e fora aconteceu o mesmo (2-2 em 2020/21 e 3-1 em 2019/20). Na temporada passada, ano em que os verdes e brancos recuperaram o ceptro de campeões nacionais, os leões empataram a duas bolas. Pedro Gonçalves (37´) e Pedro Porro (45+4) marcaram os golos dos leões. Gustavo Assunção (43´) e Jhonata Robert (89´) apontaram os tentos dos famalicenses. Também na época passada, o Famalicão acabou mesmo por empatar em Alvalade a uma bola, custando quatro pontos à equipa que se iria sagrar campeã. Em 19/20, os minhotos somaram mesmo os três pontos, com um triunfo por 3-1 sobre o Sporting.

Por isso mesmo, o encontro de sábado promete ser um teste ‘duro’ para a equipa de Rúben Amorim, que está a fazer um excelente arranque de campeonato, para já totalmente vitorioso, com sete golos marcados e apenas um sofrido, e também com um conjunto de boas exibições.

Por seu lado, o Famalicão, de Ivo Vieira, acompanha o Belenenses SAD, último adversário do Sporting e que saiu de Alvalade derrotado por 2-0, na dupla de equipas ainda sem qualquer ponto somado, depois de desaires com Arouca (2-1), FC Porto (2-1) e Paços de Ferreira (2-0).

A equipa de Rúben Amorim quererá assim quebrar a 'malapata' contra um adversário que lhe tem custado invariavelmente pontos nos últimos anos. Ainda assim no histórico global, o conjunto de Alvalade impõe-se com 10 vitórias, quatro empates e duas derrotas no terreno do Famalicão.

Momento das equipas

O Sporting arrancou da melhor forma a temporada 21/22. Nos quatro jogos realizados, os leões somam quatro vitórias: Uma na Supertaça frente ao SC Braga (2-1) e três triunfos frente a Belenenses SAD (2-0), SC Braga (1-2) e Vizela (3-0) para o campeonato que lhe valem a liderança, juntamente com os mesmos pontos do Benfica, que também soma nove pontos ao cabo de três jornadas.

No campeonato, o Famalicão começou com o pé esquerdo, ao somar três derrotas, frente ao Arouca (2-1), FC Porto (1-2) e Paços de Ferreira (2-0) e ocupa o último lugar na liga, juntamente com o Belenenses SAD. Veremos então o que poderá fazer contra o Sporting.

O que dizem os treinadores

Ivo Vieira, treinador do Famalicão, disse que o facto de jogar com o atual campeão nacional, na quarta jornada da I Liga de futebol, não acarreta qualquer pressão extra e que o pensamento está na conquista da vitória.

“Estamos convictos que vamos defrontar um adversário forte, que é campeão em título. Há aqui um grupo de quatro, cinco equipas muito fortes no campeonato português. Depois, há outras sete a 10 intermédias e outras que lutam pela vida. Aquilo que é o desempenho de cada um é que vai ditar os mais fortes. Vamos defrontar o campeão em título, que é uma equipa fortíssima e estamos preparados para esse desafio”, referiu o técnico famalicense, em conferência de imprensa de antevisão da partida com os ‘leões’.

Rúben Amorim, treinador do Sporting, analisou o embate frente ao Famalicão.

"Vai ser um jogo complicado, afinal falamos de um grupo de talentos, de bons jogadores, e com um treinador que apresenta um futebol muito positivo. É verdade que têm zero pontos, mas vão defrontar o Sporting e não têm qualquer pressão. Não havia melhor jogo para eles neste momento. Eles receberam jogadores novos e temos algumas dúvidas do onze que podem apresentar. Desde que o Famalicão, nós ainda não vencemos este rival e é importante pensar nisso para motivar a nossa equipa."

O encontro está agendado para sábado, às 20:30, já depois de, no mesmo dia, o FC Porto receber o Arouca, às 18:00, num encontro em que a equipa de Sérgio Conceição está obrigada a regressar às vitórias depois de ter ‘tropeçado’ na Madeira perante o Marítimo (1-1).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.