Paolo Guerrero pode ser o mais recente jogador a ficar ausente da seleção do Perú para o play-off com a Nova Zelândia. O avançado do Flamengo acusou positivo para doping, realizado após o encontro entre a seleção peruana e a Argentina, a contar para a qualificação no Mundial 2018, no passado dia 5 de outubro.

Segundo avança o site brasileiro Globoesporte, a informação foi veiculada pelo presidente da Comissão de Controlo de Doping da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Fernando Solera, tendo confirmado uma informação avançada pela ESPN da Argentina.

A informação veio à tona através de um jornalista do canal argentino, revelando que a Federação Peruana de Futebol foi notificada desta situação nesta sexta-feira. O atleta terá sido submetido a testes, tal como Edinson Flores.

Recorde-se que o protocolo de exames antidoping dá direito à contraprova antes da aplicação oficial de uma punição por parte da FIFA. Porém, a participação de Guerrero nos confrontos contra a Nova Zelândia, nos dias 11 e 16 de novembro, fica em aberto devido a este caso, podendo existir uma punição preventiva.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.