Têm sido muitos, nos últimos tempos, os rumores a dar cota de que, face aos problemas financeiros que atravessa, o Valência poder estar à venda. Rumores hoje desmentidos por um comunicado emitido pelo clube e assinado pelo seu proprietário, o polémico Peter Lim.

"O Valencia não está à venda, nem sequer uma parte do pacote do seu acionista maioritário. Peter Lim reitera o seu compromisso e dedicação como acionista maioritário, prova disso é a proposta de ampliação de capital que deverá aprovas na próxima Assembleia Geral", pode ler-se no referido comentário

"A respeito das declarações que apontam a um suposto 'amigo' de Peter Lim, o acionista maioritário deseja clarificar que desconhece a que amigo se refere. Ainda que, hipoteticamente, essa proposta existisse, seria rejeitada", acrescenta a mesma nota.

A direção do Valência, clube onde atuam os portugueses Thierry Correia, Gonçalo Guedes e Hélder Costa, garantem, pois, que as notícias que têm vindo a públco são "falsas" e têm como único objetivo "enganar o valencianismo e desestabilizar o clube", numa altura em que a equipa não vence há quatro jogos na Liga espanhola, onde ocupa o oitavo lugar.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.