A Liga espanhola de futebol denunciou ao Comité de Competições e à Comissão Anti-Violência os cânticos insultuosos que adeptos do Cádiz proferiram contra o treinador do Valência, José Bordalás, e Jasper Cillessen e Mouctar Diakhaby, foi hoje anunciado.

Em causa está o comportamento dos adeptos do Cádiz na receção ao Valência (0-0), no sábado, no estádio Nuevo Mirandillo, em encontro referente à oitava jornada da Liga espanhola de futebol.

No comunicado semanal, a LaLiga refere cânticos a incitar à violência com conteúdo insultuoso ou intolerantes proferidos por cerca de 300 adeptos, localizados no extremo sul, pertencentes ao grupo Brigadas Amarelas, dirigidas ao guarda-redes holandês do Valência Jasper Cillesen.

Também o treinador do Valência, José Bordalás, foi insultado no momento em que foi à arquibancada pedir aos adeptos que parassem de vaiar o francês Mouctar Diakhaby, que em abril denunciou insultos racistas de Juan Cala, do Cádiz, num processo que foi arquivado.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.