O Atlético Madrid recorreu para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) de Espanha para tentar anular o castigo de dois jogos aplicado pela Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) a João Félix. O avançado português foi expulso no empate a zero bolas entre os colchoneros e o Athletic Bilbao em casa.

Diz o jornal 'Marca' que o Atlético Madrid pretende ter João Félix em campo frente ao Alavés, na próxima ronda da Liga Espanhola, já depois de o avançado ex-Benfica ter cumprido um dos dois jogos de castigo última ronda, na terça-feira, no triunfo do Atlético Madrid no campo do Getafe (2-1).

Esta sexta-feira, o Comité de Recurso da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) não aceitou o recurso dos colchoneros sobre a suspensão de dois jogos aplicada ao português.

João Félix viu dois cartões amarelos em menos de um minuto, o primeiro por atingir um adversário com o braço, numa disputa de bola, e o segundo por gestos dirigidos ao árbitro. Nas imagens televisivas, Félix parece chamar o árbitro de "louco", o que lhe valeu a saída de campo.

O árbitro dessa partida escreveu no relatório que João Félix faltou-lhe ao respeito ainda no relvado e que, já a caminho dos balneários, o avançado português teve um comportamento antidesportivo.

Por essa razão, as instâncias disciplinares espanholas acrescentaram mais um jogo de castigo do que é habitual em expulsões por duplo amarelo.

O Atlético Madrid defendeu que Félix viu o segundo cartão amarelo de forma injusta, já que reagiu a uma má decisão do árbitro, que não marcou falta sobre o antigo jogador do Benfica.

Félix, de 21 anos, está a cumprir a terceira temporada nos atuais campeões espanhol e leva apenas três jogos disputados, ainda sem qualquer golo marcado.

*Artigo atualizado

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.