Muito se tem falado, nos últimos dias, dos detalhes do multimilionário contrato de Lionel Messi com o Barcelona, divulgados publicamente pelo jornal 'El Mundo'.

E o debate já chegou, ate, ao mundo do ténis, com Rafael Nadal, adepto confesso do Real Madrid, a defender o futebolista do Barcelona ao atribuir a responsabilidade ao clube catalão pela astronómica remuneração auferida pelo argentino.

A explicação para os 700ME da cláusula de Messi: Um depósito no Luxemburgo e... a culpa de Neymar
A explicação para os 700ME da cláusula de Messi: Um depósito no Luxemburgo e... a culpa de Neymar
Ver artigo

Nadal considerou que não razão para que se faça um julgamento em praça pública do atual contrato de Leonel Messi. "Não entendo o debate sobre o contrato de Leo [Messi]. Não é novidade nenhuma que é um dos melhores jogadores de futebol de toda a história e cobrou ao clube aquilo que ele estava disposto a pagar-lhe. A partir daí, penso que já não pode haver mais debate", afirmou em declarações ao jornal 'Sport'.

O atual número dois do ranking ATP entende que a responsabilidade pela atribuição de tal nível remuneratório do futebolista argentino se deve exclusivamente ao Barcelona. "O Barça achou que o Messi era um justo merecedor de cobrar um valor daqueles e pagaram-lhe. É o Barça quem tem de lidar com as suas finanças e com a sua visão de futuro, seja com Messi ou não", apontou o tenista.

Recorde-se que, de acordo com os valores agora tornados públicos, desde 2017, ano em que Lionel Messi renovou contrato com o Barcelona, este aufere, mais de 11,6 milhões de euros por mês, o que equivale a quase 139 milhões de euros por época, totalizando mais de 555 milhões de euros em quatro temporadas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto