O FC Bravos do Maquis empatou, domingo, no estádio Mundunduleno, na cidade do Luena, província do Moxico, sem golos frente ao Sporting de Cabinda, no último jogo da primeira volta do Girabola2018.

Numa partida sem qualidade táctica e técnica, os Bravos do Maquis teve nos jogadores Diawara, Dabanda, Miro, Zé e Jeferson os mais influentes, mas insuficientes para colocarem em perigo a baliza defendida por Rudd.

A equipa de Cabinda ainda chegou a marcar um golo aos 31 minutos, mas o tento foi anulado pelo árbitro Yuri de Melo, por uma eventual falta dos homens da província mais a norte do país.

Esse lance originou muitas reclamações por parte dos atletas e equipa técnica que se encontravam no banco do Sporting de Cabinda.

Na segunda parte do jogo, a equipa do Sporting de Cabinda esteve melhor, em relação ao conjunto da casa, criando um lance de muito perigo aos 84 minutos, por intermédio de Cláudio.

Com este empate, os Bravos do Maquis soma 16 pontos, na nona posição da tabela classificativa, enquanto o Sporting de Cabinda, com o mesmo número de pontos, ocupa no oitavo lugar.

O Interclube lidera o campeonato com 29 pontos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto