O Hamburgo, histórico clube alemão que atualmente se encontra a competir na segunda divisão local, está a ser abalado esta quarta-feira por uma polémica que envolve um dos seus jogadores.

O diário 'Bild' revelou uma investigação onde conta que Bakery Jatta mentiu no seu nome e na idade quando chegou à Alemanha. Em 2015, Jatta, natural da Gâmbia, emigrou até solo germânico e para beneficiar da tolerância que recebem os refugiados menores de idade, confessou que tinha nascido a 6 de junho 1998 e o seu nome Bakery Jatta.

A verdade é que o jogador se chama Bakery Daffeh e não nasceu a seis de junho de 1998, mas a seis de novembro de 1995.

Mas há mais. Quando assinou pelo clube alemão, o jogador também afirmou que nunca tinha jogado em nenhum clube do seu país de origem. Ora, o Bild conseguiu contactar alguns treinadores de Jatta que o identificaram com base em fotografias e que contaram que na verdade Bakery Daffe já tinha alinhado pelo Brikama United da Gâmbia, o seu país de origem, e por várias equipas do Senegal e da Nigéria. O jogador do Hamburgo foi ainda convocado para a seleção sub-20 do seu país, quando, alegadamente, ele dizia ter apenas 16 anos.

O empresário do jogador, assim como o Hamburgo, ainda não se pronunciaram sobre o caso.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.