Esta é uma história insólita que nos chega da primeira divisão boliviana. O Universitário, emblema do primeiro escalão do país, abandonou o jogo, ao terceiro minuto da segunda parte, depois de estar a perder por 7-0.

Numa partida frente ao Wilstermann, a formação do Universitário alinhou com onze jogadores dos sub-19. Isto porque o clube se debate com problemas financeiros, não estando a cumprir com os seus compromissos a nível salarial.

Depois de ter encaixado sete golos na primeira parte, ao intervalo, quatro jogadores da equipa ficaram no balneário, argumentando que estavam com problemas físicos. No início do segundo tempo, o jogador Facundo Villena lesionou-se e a partida teve que acabar, já que o Universitário contava apenas com seis jogadores dentro de campo e não tinha ninguém no banco.

"Acabar o jogo assim é pior que perder o jogo por 20-0. É escandaloso e vergonhoso perder por abandono", referiu o técnico da equipa.

É a segunda vez que o Universitário perde um jogo por abandono. A mesma situação já tinha sucedido em abril de 2015 frente ao Bolívar. Na altura, a equipa apresentou-se com apenas sete atletas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.