A CONCACAF anunciou hoje a abertura de um inquérito a um possível caso de corrupção no Suriname, onde um jogo na terça-feira terá tido o vice-presidente daquele país a distribuir dinheiro por uma das equipas.

Segundo as imagens, Ronnie Brunswijk, antigo membro da guerrilha, de 60 anos, distribuiu dinheiro pelos jogadores do Olímpia antes do confronto em casa do Inter Moengotapoe. O Olímpia ganhou 6-0.

Brunswijk, que dá nome ao estádio onde decorreu a partida, jogou pelo Inter, do qual é dono e ‘capitão’ de equipa, até aos 54 minutos, e fez alinhar também o filho, Damian.

Antigo membro da guerrilha, Brunswijk ascendeu à vice-presidência em 2020, já depois de acumular sentenças de 18 anos de prisão por tráfico de droga.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.