Deu muito que falar e caiu com estrondo, mas a Superliga continua a marcar a atualidade do futebol europeu, com a UEFA a analisar possíveis sanções aos clubes fundadores da polémica prova.

A ESPN adianta esta quarta-feira que o organismo pode punir os clubes que mantêm a convicção na Superliga com uma suspensão de dois anos das provas europeias, ou seja, Real Madrid, Barcelona, Juventus e AC Milan podem vir a focar de fora das proximas edições da Liga dos Campeões e da Liga Europa.

A UEFA tem mantido conversações nos últimos dias com os 12 clubes envolvidos e já terá chegado a um acordo com Arsenal, Atlético de Madrid, Chelsea, Liverpool, Manchester City, Manchester United e Tottenham que prevê sanções menores, em troca de um comprometimento dos clubes no afastamento definitivo da ideia.

Também o Inter de Milão está em conversações com o organismo, mas ainda não chegou a um acordo.

Já Real Madrid, Barcelona, Juventus e AC Milan continuam a manter a convicção na ideia e podem ser punidas por violarem o artigo 51 dos estatutos da organização, que proíbe alianças entre clubes sem autorização da UEFA.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto