Cinco jogadores da seleção sub-19 neerlandesa foram expulsos da concentração da equipa depois de terem violado a bolha formada pela equipa contra a COVID-19, contudo, a decisão está a gerar polémica, como explica o jornal 'De Telegraaf'.

Isto porque dos cinco jogadores, apenas dois terão sido os responsáveis pela violação do protocolo. Ar'Jany Martha e Mimeirhel Benita terão convidado duas raparigas para ir ao hotel onde estavam a ficar.

Com o som alto da música da vir do quarto, três outros jogadores (Xavi Simons - jovem promessa do PSG, Rio Hillen e Naci Unüvar) foram ver o que se passava e assim que perceberam, afastaram-se de imediato. O problema foi que no regresso se cruzaram com um membro da comitiva dos Países Baixos.

A decisão foi simples: os cinco jogadores, independentemente do seu envolvimento na quebra da bolha, foram expulsos da concentração. Mesmo com os apelos de outros colegas para que os três atletas que não foram responsáveis permanecessem na equipa, acabaram por pagar todos, voltando a casa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.