O Comité Executivo da UEFA anunciou hoje um aumento dos prémios no próximo Europeu de futebol feminino, que vai se disputar em Inglaterra, em 2022, com as 16 seleções qualificadas a dividirem uma verba de 16 milhões de euros.

Os 16 milhões de euros são o dobro do valor distribuído no Euro2017, nos Países Baixos, com a distribuição da verba a incluir montantes garantidos mais elevados e bónus baseados no desempenho na fase de grupos.

Além disso, o Comité Executivo da UEFA aprovou a introdução de um programa de benefícios para os clubes, que vai disponibilizar um montante total de 4,5 milhões de euros para recompensar os clubes europeus que libertem jogadoras para a fase final Europeu, “contribuindo para o sucesso do evento”.

“O aumento nas distribuições financeiras e a introdução de um programa de benefícios para os clubes são iniciativas da Estratégia para o Futebol Feminino da UEFA, garantindo que mais dinheiro do que nunca é disponibilizado para o futebol feminino”, refere o organismo que tutela o futebol europeu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.